Aprovada proposta de CCT 2017/2018 trabalhadores em Consultoria

Assembleia foi realizada no SENGE-RJ no dia 13 de setembro.

Terça, 19 de Setembro de 2017, 14:12 h

(Foto: Designed by Freepik from www.flaticon.com)

Em assembleia realizada no SENGE-RJ na última quarta-feira (13), os trabalhadores das empresas de consultoria, representados pelo Senge-RJ, Sintcon-RJ e SARJ, aceitaram a proposta do Sinaenco-RJ (sindicato que representa as empresas), para a CCT 2017/2018 (Convenção Coletiva de Trabalho). O salário dos trabalhadores será reajustado em 4% a partir de 01 de maio deste ano, a ser incorporado no contracheque de setembro/2017. Os valores dos meses retroativos, de maio a agosto, serão pagos entre outubro deste ano e março de 2018. O auxílio alimentação manteve-se em R$30,00 e as demais cláusulas econômicas mantiveram-se com os valores congelados, exceto o auxílio creche que passou ao valor de R$500,00. Mantiveram-se, também, inalteradas todas as cláusulas sociais vigentes desde a CCT anterior.

O diretor do SENGE-RJ, Paulo Granja, que acompanhou a negociação, avalia que foi o acordo possível diante da situação política e econômica que o Brasil vive.

“Não é um acordo excelente, mas foi o possível. Conseguimos a manutenção das cláusulas sociais, obtivemos o reajuste referente à inflação, mesmo sem ganho real”, afirmou.

Para ele, é importante frisar que o setor de consultoria foi um dos mais afetados pela crise.

“O desmonte que vem sendo feito na economia brasileira atinge especialmente o setor de consultoria. Por isso, julgamos que foi uma negociação positiva”.

O Senge-RJ, o Sintcon-RJ e o SARJ estão aguardando a assinatura da CCT 2018/2018 pelo Sinaenco-RJ, o que deverá ocorrer nos próximos dias.

 

Voltar