Guilherme Estrella e Luiz Antonio Elias aplaudem decisão de Lewandowski contra privatizações

Para Estrella, a medida é importante mas insuficiente — seria preciso proibir o desmonte do patrimônio estratégico nacional. Elias destaca o fato de a decisão do STF permitir, pelo menos, o debate público.

Quarta, 04 de Julho de 2018, 14:26 h

(Foto: Stéphanie Marchuk)

Fonte: SOS Brasil Soberano

O geólogo Guilherme Estrella, que liderou na Petrobras a equipe responsável pela descoberta do pré-sal, e o Luiz Antonio Elias, ex-secretário executivo do MCT, comentam a liminar do ministro do STF Ricardo Lewandowski, que suspendeu, no dia 27 de junho, o leilão da Cia. Energética de Alagoas (Ceal), do sistema Eletrobras. O ministro entendeu que a privatização requer aval do Congresso. Para Estrella, a medida é importante mas insuficiente — seria preciso proibir o desmonte do patrimônio estratégico nacional. Elias destaca o fato de a decisão do STF permitir, pelo menos, o debate público sobre a privatização e outras medidas que estão destruindo a capacidade científica e tecnológica nacional. Elias e Estrella participaram do Soberania em Debate, realizado pelo SOS Brasil Soberano, no último dia 28, no Rio, na sede do Senge-RJ e da Fisenge.

 

 

 

Voltar