Presidente do SENGE-RJ apresenta SOS Brasil Soberano

Olimpio Alves dos Santos participou da abertura do III Simpósio, realizado em Belo Horizonte

Quinta, 08 de Junho de 2017, 11:32 h

 

Foto: Alessandro Carvalho

 

O presidente do SENGE-RJ, Olímpio Alves dos Santos, apresentou o projeto SOS Brasil Soberano durante a realização do III simpósio, na manhã desta quinta-feira (08), em Belo Horizonte (MG).

Olímpio destacou que o projeto tem como objetivo fazer uma contribuição ao momento que o Brasil vive. A primeira contribuição foi o Programa de Emergência, feito com os resultados da discussão do I Simpósio, no Rio de Janeiro, e ao lado da Frente Brasil Popular. O vídeo está disponível na página do SOS Brasil Soberano no Facebook.

“Nós temos que discutir reformas e não contrarreformas, como está sendo feito nesse momento. Essas propostas do governo golpista dissolvem a ideia de nação. Não podemos ter um povo sem direitos. Como um povo sem direitos pode ter ideia de nação?”, criticou Olímpio.

Para ele, o povo é fundamental nesse processo.

“Nossa tarefa é participar e ajudar na discussão da organização política e social do nosso povo para ter o programa e levar o programa adiante, sem ilusões de conciliação. A nossa oligarquia não tem o menor interesse no povo”, afirmou. “Essa travessia não é tranquila, fácil, mas teremos que construí-la com muita vontade, muito empenho e muita dor também.”

O SOS Brasil Soberano é uma iniciativa do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro (SENGE-RJ), ao lado da Federação Intersindical de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge). Esse é o terceiro simpósio do projeto. O primeiro foi realizado no Rio de Janeiro, no dia 31 de março. O segundo, em Salvador, no dia 27 de abril. A quarta edição está marcada para Curitiba, ainda sem data definida.

O SENGE-RJ é uma das entidades integrantes da Frente Brasil Popular, organização social que tem como objetivo defender os direitos dos trabalhadores, ampliar a democracia e a participação popular, promover reformas estruturais para um projeto nacional de desenvolvimento democrático e popular, e defender a soberania nacional.

Voltar