Lançada Frente Parlamentar Mista em Defesa das Distribuidoras de Energia Elétrica, em Brasília

O objetivo da iniciativa, que reúne deputados e senadores de diferentes matizes ideológicas, é impedir a privatização das seis distribuidoras controladas pela Eletrobras.

Quinta, 22 de Fevereiro de 2018, 11:38 h

Fonte: Fisenge

Aconteceu, no dia 21/2, o lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa das Distribuidoras de Energia Elétrica, em Brasília. O objetivo da iniciativa, que reúne deputados e senadores de diferentes matizes ideológicas, é impedir a privatização das seis distribuidoras controladas pela Eletrobras. “A Frente Parlamentar fortalece a luta nos estados contra a entrega de um patrimônio público, criar laços entre as entidades e contribui para a ampliação do diálogo com a sociedade. A privatização das distribuidoras de energia elétrica poderá provocar alta nas tarifas e apagões para os consumidores”, explicou o diretor do Senge-RO, Geraldo Sena, que representou a Fisenge na mesa de lançamento. A venda das distribuidoras CEPISA, CEAL, ELETROACRE, CERON, Boa Vista Energia e Amazonas Distribuidora foi aprovada pela Eletrobras no último dia 8 de fevereiro.

“A venda das distribuidoras também compromete a produção de alimentos e os serviços de engenharia prestados nos estados”, destacou Geraldo Sena. A União, acionista controladora da estatal, votou favorável à entrega das empresas, bem como, pela proposta de que a Eletrobras assuma R$ 11,2 bilhões em dívidas das distribuidoras, além de R$ 8,5 bilhões em créditos e obrigações. Assim, a Eletrobras poderá assumir um passivo de R$ 19, 7 bilhões. O governo federal pretende arrecadar com as seis distribuidoras R$ 600 mil reais, ou seja, cada estatal será entregue, sem nenhum passivo, por R$ 50 mil.

 

Voltar