Encontros Microrregionais preparam propostas para o Congresso de Profissionais

Um total de 19 encontros foram agendados para o estado do Rio até 18 de junho. O CEP acontece em 13 de julho, e o Congresso Nacional, de 19 a 21 de setembro

Segunda, 29 de Abril de 2019, 17:37 h


O Sistema Confea/Crea começou a realizar os debates preparatórios para o Congressos Estadual de Profissionais (CEP), marcado para 13 de julho na cidade do Rio de Janeiro, e para o 10º Congresso Nacional de Profissionais (CNP), previsto para 19 a 21 de setembro, em Palmas (TO), com o tema "Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional". A agenda fluminense abrange 19 Encontros Microrregionais. Mais do que o triplo dos seis promovidos na edição anterior, esses encontros começaram no dia 24 de abril, em Campo Grande, e vão até 18 de junho, na capital. 
 
“A ideia é ampliar a participação dos profissionais que estão no interior e teriam dificuldade para se deslocar à capital”, explica Cristina Hayassaka, diretora do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro (Senge-RJ), da Associação dos Engenheiros de Itaguaí, e diretora do Crea-RJ, do qual também é conselheira pelo Senge-RJ na Câmara de Mecânica/Metalurgia. Nomeada em plenária como coordenadora da Comissão Organizadora Regional (COR) do CEP, ela destaca que os Encontros Microrregionais são uma grande oportunidade para os profissionais apresentarem suas demandas.
 
“Os Encontros são para que os participantes discutam temas que consideram relevantes, apontem suas insatisfações e façam propostas de mudanças”, afirma Cristina. “Eles têm como objetivo apresentar, discutir, aprovar e encaminhar às Comissões Organizadoras Regionais as proposições que favoreçam a discussão durante o Congresso”. Por exemplo, ela conta que questões relacionadas à Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e aos repasses devidos às entidades de classe, e também críticas à modalidade a distância nos cursos de Engenharia Agrônoma já apareceram nos Encontros realizados em Campo Grande (foto) e em Duque de Caxias, este último no dia 25 de abril.
 
O Congresso Estadual de Profissionais reúne os eleitos durante os 19 Encontros Microrregionais: a cada cinco participantes de cada Encontro, são indicados dois delegados, sendo um necessariamente com mandato no Crea-RJ – conselheiros, inspetores ou presidentes de instituições de ensino com assento na entidade, entre outros –, e um sem mandato mas registrado no Crea-RJ e com anuidade em dia. Além das votações, os Encontros Microrregionais produzem as propostas e teses que serão consolidadas no CEP para serem levadas ao Congresso Nacional de Profissionais. 
 
Eixos temáticos
O CNP é um fórum para discussão e apresentação de propostas políticas, estratégias e planos de ação, programas de atuação e reafirmação do papel dos profissionais da área da Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia e Meteorologia para o desenvolvimento nacional. O Processo Constituinte do Sistema Confea/Crea (PC-91/92) propôs e o Confea criou, em 1992, por meio da Resolução 373/92, e depois pela Resolução 1.013/2005, a regulamentação dos CNPs e dos CEPs, realizados a cada três anos. 
 
Em 2019, em sua décima edição, o CNP acontece em sequênia à 76ª Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea), em Palmas (TO), com cinco eixos temáticos:
 
> Inovações Tecnológicas - Inovações tecnológicas no processo de desenvolvimento econômico
sob a ótica da Engenharia e da Agronomia;
 
> Recursos Naturais - O papel da Engenharia e da Agronomia na utilização e aproveitamento de
recursos naturais com sustentabilidade;
 
> Infraestrutura - A governança da política de infraestrutura brasileira sob a ótica da Engenharia;
 
> Atuação Profissional - Os rumos da formação profissional da Engenharia e Agronomia brasileiras;
 
> Atuação das empresas de Engenharia - Governança das empresas de Engenharia e obras públicas.
 
As inscrições para os Encontros Microrregionais são gratuitas. Podem ser feitas na hora ou, antecipadamente, no endereço virtual: https://novoportal.crea-rj.org.br/cep/formularios/ 
 
 
AGENDA DE ENCONTROS MICRORREGIONAIS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO:
 
 
SAIBA MAIS:
 
. O que é o CEP?
O Congresso dos Profissionais é um espaço para discussão e apresentação de propostas políticas, estratégias e planos de ação, programas de atuação, bem como é a oportunidade de afirmar o papel dos profissionais da área da Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia e Meteorologia no desenvolvimento nacional. Além disso, a realização do CEP tem como objetivo propiciar uma maior integração do Sistema Confea/Crea com a sociedade, por meio da apresentação de propostas dos eixos temáticos, indicados pelo Confea.
 
. Como os profissionais podem participar?
Todos os profissionais registrados no Conselho podem e devem participar dos Encontros Microrregionais. O tema desta edição é Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional e as discussões e propostas girarão em torno dos eixos temáticos: inovações tecnológicas, recursos naturais, infraestrutura e atuação profissional e de empresas de Engenharia. Nos Encontros Microrregionais teremos a oportunidade de ouvir e debater com profissionais de todas as regiões do estado e este é um momento muito importante. Para o Crea-RJ e para todo o Sistema dialogar com estes profissionais que estão espalhados pelas diversas regiões do Rio é fundamental: são realidades e demandas diferentes e que precisam ter espaço.
 
. Como funcionam os Encontros Microrregionais?
Os Encontros Microrregionais acontecem antes do Congresso Estadual. Na jurisdição do Crea-RJ serão realizados 19 eventos precursores do Congresso Estadual de Profissionais (veja calendário em www.novoportal.crea-rj.org.br/cep). Eles visam a discutir temas, aprovar propostas e teses, bem como eleger os delegados regionais para o CEP. Poderão participar todos os profissionais aptos, registrados e com anuidade em dia, com direito à voz e voto, mas só os delegados eleitos poderão votar no CEP, convidados e estudantes das Instituições de Ensino registradas no Crea-RJ, apenas com direito à voz (sem direito a votar e ser votado).
 
. Por que discutir a relação da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional ?
O Crea tem como atribuição a fiscalização do exercício legal das profissões tecnológicas. Ter esse assunto como tema do CEP é uma forma de avaliar e incentivar o comprometimento dos nossos profissionais na construção e no crescimento do país. As responsabilidades que os profissionais de nossas áreas têm na formação e desenvolvimento da economia e infraestrutura das cidades podem interferir e colaborar positivamente para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos.

 

Voltar